Neste post trago para vocês os desafios que enfrentei para eliminar 18 kgs e como superei o efeito sanfona, sim! eu passei por isso.

 

 Comecei a ganhar peso com 18 anos (1995)  após começar a namorar, ia a bares, pizzarias e restaurantes para se reunir com amigos e bater papo, acompanhava o grupo nas bebidas e comidas e me senti feliz assim.

Em 2007 iniciei a graduação em publicidade, tinha uma vida corrida pois trabalhava e estudava, minha alimentação era regada a salgadinho, chocolate e refrigerante, tudo prático. Ao longo de 4 anos de curso ganhei 10kg.

 

Neste período não me sentia bem com meu peso, por isso, fazia  qualquer dieta que estivesse na moda, perdia 3 ou 4kgs  ficava feliz e relaxava a dieta, então, ganhava  tudo de volta. O efeito sanfona sempre esteve presente na minha vida. Permaneci neste ritmo até 2010 quando uma amiga me apresentou uma nutricionista funcional, iniciei uma dieta que excluía glúten e lactose eliminei 16Kg, consegui manter meu peso por 2 anos. Gastei uma fortuna com vitaminas e alimentos sem glúten.  Quando voltei a comer alimentos com farinha branca (glúten) fui ganhando peso, e, em 1 ano recuperei 14kg.

 

Nesta fase eu já tinha chegado aos 35 anos um pouco mais madura eu não queria fazer dieta e sim entender por que eu sempre voltava ao mesmo ponto. Comecei a estudar mais sobre alimentação, ansiedade e composição corporal.

Aos 37 anos procurei uma nutricionista especializada em treinamento desportivo (Dra. Líbia Vieira de Campinas – SP). Com ela aprendi o funcionamento do corpo, o valor nutricional dos alimentos e composição corporal.

 

Superando o efeito sanfona.

Em março de 2015 iniciei uma reeducação alimentar, em 7 meses eliminei 18 kilos ao longo de 1 ano ganhei 2,5kg de massa magra.

Vou à nutricionista a cada 2 meses faço treino de musculação 3X por semana, + 2 dias de Crossfit. Sinto-me muito feliz comigo mesma e com os resultados que conquistei. Hoje minha alimentação é balanceada com proteínas (carnes magras), gorduras boas (azeite e castanhas) e carboidratos complexos (milho, mandioca, abóbora) entre outros. Costumo comer a cada três horas, evito frituras, doces industrializados e embutidos, substitui o chocolate pela versão 70% cacau.  Desta forma venho conseguindo manter meu peso sem sofrer tanto.

A regra mais importante que aprendi neste processo é que, toda “rotina” tem que ser “sustentável” deve-se criar hábitos que você consiga levar por uma vida inteira isso faz a diferença.

 

Não espere as condições perfeitas para cuidar de você mesma, comece com os recursos que você tem a sua volta. Se não pode ir a academia, caminhe, escolha os alimentos que ingere e estabeleça pequenas metas. Passei por muitas transformações ao longo destes anos e acredito que a força na autoestima fez surgir o desejo de criar o “Blog da Juli” e poder compartilhar idéias, pensamentos, atitudes e tendências desse universo feminino que me encanta e realiza.

 

Essa é um pouquinho da minha história, que foi publicada também no Globo Esporte – Eu Atleta.

 

Obrigada pela visita e até o próximo post!!!

 

Bjs da Juli

 

 

Leia também

2 comentários

Resposta

Que transformação Juli!! Parabéns
Está no meu projeto iniciar uma reeducação alimentar, infelizmente hj em dia tudo tem um custo muito alto: a Nutricionista, a academia, os alimentos saudáveis. É uma luta… mais tenho fé que também vou conseguir. Obrigada pelo seu relato!!

Resposta

Olá Daiane, tudo bem?
É verdade, concordo com você, mudança de hábito exige uma luta diária, mas, não desista do seu objetivo. Comece com pequenas mudanças e vá incluindo hábitos saudáveis na sua vida aos poucos. Quando você perceber terá conseguido grandes conquistas! Bjs 😀

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *